6.3.08

A UNINCOR.

Entrei na UNINCOR em fevereiro de 1988. Fiquei louco porque era tudo que um dia sonhei para mim (letra de música?!?!); cara que legal, Educação Física (Técnico e responsável pelo curso Infantil). Aprendi muito com os professores e professoras daquela Instituição. Futebol de salão, Voleibol (várias vezes campeão entre colegios), Basquetebol, Handbol, Queimada e Gincanas com o Curso Infantil. Aulas e mais aulas, era de segunda a sábado. Quantas e quantas vezes fiz (eu fiz) campeonatos para segurar alunos na Instituição. Leva e trás de Pais de alunos que queriam deixar a Instituição por causa de muitas coisas e que não deixavam por causa do esporte que a Institução preservava. Miss Colégio Aplicação, Gincana (arrecadando mais de 5 toneladas de alimentos), Coral (onde participava quando era a turma dos funcionários), Conjunto de Rock, Quadrilha, Teatro (quantos fiz para o Curso Infantil), Mini-olimpíadas, Aula de Propriocepção, Professor nota 10 pelas Professoras do Curso Infantil e de Primeira a Quarta séries, homenageado pelos alunos da 4ª série, banda (7 de setembro - desfile) de 1ª e 4ª séries e Curso Infantil, convocado para trabalhar nos vestibulares, montagem da estrutura dos vestibulares(não da prova), ajudar vários funcionários a arrumar os locais para formaturas, acompanhar alunos em várias atividades extra-muros. Bom, se continuar vou ficar escrevendo o tempo todo, pois, tem muitas coisas que ocorreu comigo dentro dessa Instituição que levei e levantei várias vezes o seu nome. As vezes me pego a pensar que se não fosse eu, seria outra pessoa, mas que não aguentaria a peleja. Posso escrever coisas que vi e que ninguem sabe, que presenciei e que ninguem irá saber, que ouvi coisas que nunca diria de qualquer pessoa, que vi pessoas chorando por motivos banais que outras falaram, etc...etc...etc...etc..., mas não seria legal, ou seja, iria só me prejudicar e prejudicar a minha carreira. A procura da batida perfeita (outra música?!?!) ahahahaha, fui legal, vitorioso, honesto, guerreiro, simples, ajudante, mas que acabei sendo mandado embora e não pesarão um pouquinho no que fiz por essa Instituição. Mas tem uma coisa muito boa nisso tudo: o grande amor de minha vida "o meu filho" e a minha "profissão", o resto é o resto e só.

Um comentário:

bruno disse...

lembra de mim, BRUNO MOURA da primeira turma de fisio da republica da veia!!!!! abração